Edelman

BLOG

5 dicas sobre marketing digital para atuar com a Geração Z

por

Publicado em

Hoje, cada vez mais, as marcas estão focadas nos millennials, para quem destinam grande parte de seus investimentos. Porém, até 2020, 40% dos potenciais consumidores vão fazer parte do grupo conhecido como Geração Z. Isso significa que é de extrema importância para as marcas se posicionarem o quanto antes para reter a atenção dessa crescente audiência jovem.

A Geração Z ou “geração multitarefa” nasceu em um mundo repleto de tecnologia. Esses jovens buscam consumir somente aquilo que querem — e obter o que desejam o mais rápido possível. Eles não apenas sabem o que querem, como frequentemente pagam mais para aumentar sua satisfação e se importam menos em barganhar do que os millennials.

E, quando se trata da Geração Z, não espere que esses jovens fiquem impressionados com suas invenções e ideias. Atualizações, melhorias e “novas gerações” de produtos são esperados. Ou seja, as marcas devem pensar em maneiras de continuar a agregar seu valor ou correm o risco de decepcionar esse público.

Confira aqui 5 lições para ajudar as marcas a atrair a atenção da Geração Z:

  1. Escolha os influenciadores e embaixadores certos para sua marca

Muitos adolescentes são “influenciadores” —estabelecem tendências entre seus colegas e têm opiniões importantes para amigos e familiares. Pesquisas recentes mostram que os jovens criadores de conteúdo para o Youtube e para o Instagram, que são de fato populares, podem atrair muito mais o público adolescente do que as celebridades tradicionais. A divulgação e o acesso a eles ajudam na decisão de compra dos adolescentes.

Marcas podem utilizar essas celebridades de redes sociais para atrair o público adolescente. Embora seja tentador escolher um influenciador com base no seu número de seguidores, esse é um erro clássico praticado pelas marcas. A chave é selecionar influenciadores com base na sua afinidade e identidade com a marca. As melhores campanhas de boca a boca emergem quando influenciadores e marcas trabalham juntos para cocriar conteúdos que correspondentes às mensagens-chave.

  1. Mantenha sua estratégia de mídia social a mais fluida possível

Instagram e Snapchat são os aplicativos que ganharam destaque entre os adolescentes e a predileção entre um e outro oscila diante de cada novidade anunciada pelas plataformas. A mudança rápida nas atitudes e comportamentos dos adolescentes se traduz na necessidade de que as marcas sejam flexíveis em suas estratégias de mídia social, a fim de acompanhar mais de perto quais são as preferências deles. Como vimos com o Facebook, uma vez que os pais começam a ocupar e conquistar uma plataforma de mídia social, os adolescentes tendem a passar para o próximo – o que significa que as marcas também devem se mover!

  1. Esteja em mais de um lugar ao mesmo tempo

Se você pensou que os millennials eram difíceis de manter engajados, a atenção da Geração Z é ainda mais dividida. Enquanto os primeiros usam em média três telas, esses novos adolescentes usam cinco: celular, TV, notebook, tablet e desktop. Isso deve afetar sua estratégia de publicidade, que precisa se concentrar em uma abordagem multicanal. Certifique-se de espalhar a sua história por meio de dispositivos e telas.

  1. Tenha um propósito social

Os hábitos de compra da Geração Z são em grande parte moldados pelo fato de que seus membros cresceram em uma recessão. Essas circunstâncias tornaram a geração mais nova não apenas engenhosa, mas empresarial. Assim, empresas com propósito social e que são transparentes prosperarão entre essa faixa etária. Os consumidores jovens estão dispostos a pagar mais pelas marcas que têm uma finalidade social alinhada com suas crenças e que tomam posição sobre temas que lhes interessam. As marcas devem encontrar um propósito que corresponda à sua mensagem de marca e tornar a colaboração conhecida! 

  1. Foque na velocidade e na conveniência do serviço 

A geração multitarefa é a primeira que nunca viveu um dia sequer sem tecnologia ou acesso móvel. Por ser a população mais experiente nesse quesito, reconhecem o valor de sua atenção e o fato de terem escolha. Como resultado, os adolescentes raramente assistem anúncios ou prestam atenção a um conteúdo patrocinado. Em vez disso, eles procuram valor e acesso rápido a recursos e entretenimento. Em outras palavras, as marcas precisam tornar o mais fácil possível para os adolescentes encontrar os recursos ou o entretenimento que estão procurando.

Em média, um consumidor da Geração Z tem um período de atenção de oito segundos. Isso significa que as marcas precisam alimentar a sede por conteúdo desses adolescentes nesse tempo no máximo. Mais uma razão para procurar os melhores criadores de conteúdo que dominam essa arte.

Livia Dayan é gerente de contas senior na Edelman Montreal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Fale Conosco

Edelman quer ouvir você.